Suplementações nutracêuticas: personalização para os tratamentos

suplementações nutracêuticas

Hoje, as suplementações nutracêuticas são uma grande tendência. Elas têm se tornado cada vez mais comuns, tendo em vista que possibilitam uma nutrição personalizada, a fim de atender as necessidades individuais. Além disso, os nutracêuticos podem atuar de maneira coadjuvante aos tratamentos alopáticos.

Com isso, pode-se elaborar tratamentos específicos para os pacientes, o que, na prática, proporciona soluções mais certeiras e eficazes. Ainda mais quando comparadas com as demais alternativas que o mercado proporciona, que podem não atender  às singularidades que diferentes situações de saúde exigem.

Para saber mais sobre as suplementações nutracêuticas, continue a leitura e conheça uma excelente possibilidade para a saúde cardiovascular.

O que é a suplementação nutracêutica?

Os suplementos nutracêuticos são compostos alimentares produzidos com ingredientes naturais, que ajudam a suprir a necessidade de ingestão de nutrientes específicos na dieta diária. Com isso, promovem o bem-estar, a qualidade de vida e a saúde a longo prazo. Além disso, podem conter substâncias naturais, que atuam como coadjuvantes aos tratamentos alopáticos, conforme comentamos.

Bons exemplos dessas substâncias, encontradas nos suplementos nutracêuticos são:

  • vitaminas do complexo B;
  • vitaminas C, E e D;
  • creatina;
  • flavonoides;
  • ômega 3;
  • antioxidantes;
  • zinco;
  • probióticos;
  • potássio.

Vale lembrar que cada déficit nutricional pode ser sanado por meio de um suplemento personalizado, de acordo com as necessidades do paciente.

Diversidade de tratamentos

Os suplementos à base de nutracêuticos funcionam muito bem em diversos tipos de tratamentos. Por exemplo, caso o paciente queira perder gordura, pode-se criar uma composição do suplemento que promova, por exemplo, a aceleração do metabolismo, o que, consequentemente, estimulará a queima de gordura a longo prazo.

Logo, é possível contar com suplementos nutracêuticos que promovem o emagrecimento saudável, sendo ideais para quem busca mais qualidade de vida. Contudo, é importante ressaltar que o sucesso dessa suplementação alimentar também depende dos hábitos de vida do paciente, pois, além do uso do medicamento natural, é essencial adotar uma alimentação balanceada aliada a uma rotina regular de atividades físicas. Dessa maneira, pode-se alcançar as metas estabelecidas de redução de medidas com sucesso.

Quais são os benefícios que os tratamentos personalizados proporcionam?

Ao estabelecer uma dieta balanceada visando o emagrecimento, por exemplo, pode-se criar uma suplementação nutracêutica complementar, com o objetivo de suprir os nutrientes no organismo do paciente. Assim, a personalização do tratamento com os nutracêuticos pode potencializar ainda mais os resultados.

Primordialmente, ao optar por suplementações nutracêuticas, o paciente deverá contar com a orientação de um profissional de saúde prescritor, como um médico nutrólogo, nutricionista, médico ortomolecular, entre outros. Ademais, o profissional será o responsável por solicitar alguns exames ao paciente, a fim de se inteirar a respeito do funcionamento de seu metabolismo, e quais nutrientes estão em deficiência em seu organismo. Com essas informações, em uma farmácia de manipulação, pode-se criar um nutracêutico com uma fórmula completa e personalizada.

Vazguard™: nutracêutico modulador da saúde cardiovascular

Por falar em especificidades e atuação coadjuvante aos tratamentos alopáticos através dos nutracêuticos, um dos que consideramos “prata da casa” é o Vazguard™. Trata-se um nutracêutico para a saúde cardiovascular e modulação da síndrome metabólica, sendo a fração padronizada de polifenóis da Bergamota (Citrus bergamia Risso), originária do sul da Itália, formulada com uma dispersão sólida de um extrato em uma matriz fosfolipídica dietética (lecitina não transgênica da soja) para otimizar a
absorção biológica dos polifenóis, resultando em excelente biodisponibilidade.

Vazguard™ aumenta o efeito induzido pela rosuvastatina sobre o LDL, a expressão da LOX-1 e a fosforilação da proteína quinase B em pacientes com hiperglicemia, demonstrando ser eficaz no suporte de níveis sanguíneos saudáveis de colesterol total, LDL, HDL, triglicérides e glicose, além de reduzir lipídeos e marcadores relacionados ao
dano vascular oxidativo como o malondialdeído. A ação em pacientes acometidos por doença hepática gordurosa não alcoólica (DHGNA) se dá pelo aumento da lipólise e o aumento da oferta de ácidos graxos livres para o fígado.

Então, quer saber mais sobre o Vazguard™? Clique aqui para ler o estudo completo sobre o ativo.

topo