O aspecto do seu cabelo diz muito sobre sua saúde. Entenda por quê.

saúde dos cabelos

O corpo humano dispõe de variados mecanismos para sinalizar quando algo não vai bem. Dor, temperatura alta, incômodos, unhas e pele com aspectos incomuns, entre outros sintomas, podem servir como alerta. Sendo assim, o mesmo serve para a saúde dos cabelos e, por isso, é preciso saber quais são os indicadores.

Apesar de muita gente acreditar que somente o uso de produtos específicos para o cabelo garante fios saudáveis, isso não é suficiente. Assim como outras parte do corpo, a saúde dos cabelo é afetada por agente externos e internos. Isso significa que não basta seguir à risca tratamentos capilares, também é preciso cuidar da saúde em geral.

Dessa forma, a alimentação e bons hábitos desempenham papéis importantes para que o cabelo tenha força, brilho e beleza. Analisar como anda a saúde dos fios ajuda a entender o que seu corpo precisa ou o que ele está tentando comunicar. Continue a leitura para entender alguns desses sinais e o que eles podem significar!

CABELO SECO E QUEBRADIÇO

É possível que em algum estágio da sua vida, você tenha notado seus cabelos sem vida e quebrando com facilidade. Porém, o fato dessa condição ser frequente, não significa que o problema é pontual.  Quando não há tratamento, é difícil mudar essa condição naturalmente, que pode evoluir para a queda dos fios.

As causas do cabelo seco e quebraço são várias, entre elas a doença da tireoide, dietas pobres de nutrientes, herança genética ou até mesmo, efeito do envelhecimento. No entanto, a principal causa é a adoção de tratamentos químicos. Eles podem ser casos de alisamento ou troca da cor do cabelo. Por isso, é essencial testar se a saúde dos cabelos está forte para suportar essas mudanças, e adotar cuidados antes e depois dos procedimentos. A ajuda profissional também é um diferencial ao efetuar qualquer uma dessas alterações. 

QUEDA DE CABELO

Todos os dias nosso cabelo cai, mas o que irá diferenciar uma queda normal de uma patologia, é a quantidade de fios perdidos. Cerca de 100 fios podem cair diariamente, seja na hora do banho ou durante o sono. Mas se você notar mais fios do que o normal no ralo ou no travesseiro, não ignore os sinais! 

A alteração no ciclo do cabelo que está adiantando a perda dos fios, pode ser fruto de mudanças hormonais, má alimentação, hipertireoidismo, pós-parto ou uso de medicamentos. Outro fator relevante que pode ser levado em conta é o estresse. A saúde dos cabelos e o estresse estão relacionados a uma maior perda de cabelo, e pode surgir até 3 meses depois de algum episódio estressante. Caso note uma acentuação na queda, consulte um dermatologista.

CALVÍCIE

A herança genética tem grande influência na saúde dos cabelos e é capaz de nos dizer se há chances de perder mais fios à medida que os anos passam. Os primeiros sinais são menor volume capilar e áreas do couro cabeludo com menor presença de fios. Aliás, os quadros de calvície podem piorar como a anemia e uma dieta pobre em proteínas

OLEOSIDADE

A mudança das estações do ano e maus hábitos podem afetar a saúde dos cabelos fazendo com que o couro cabeludo produza mais óleo. Essa fina camada é uma proteção natural e inteligente do organismo, mas que pode se alterar sob alguns fatores. Entre eles, o uso de água quente, que pode causar prejuízos como a queda de cabelo no inverno, por exemplo. Outro problema é o uso constante de secadores, o que agrava o problema.

Além disso, a oleosidade pode ter origem em distúrbios hormonais, hiper e hipotireoidismo. Dessa forma, é preciso controlar a produção de sebo para ter cabelos mais saudáveis e bonitos.

Seja qual for o problema que seus fios apresentam, o ideal é sempre buscar um profissional da saúde. Nesse caso, o dermatologista é o médico mais indicado. Assim como vale lembrar que a falta de vitaminas e nutrientes afetam a saúde dos cabelos e o ciclo de vida dos mesmos. Produtos específicos para hidratação, nutrição e reconstrução podem ajudar na recuperação da saúde capilar. Sobretudo, para ter cabelos bonitos, é preciso também se alimentar de forma equilibrada e saudável.

Gostaria de continuar lendo conteúdos como este? Assine nossa newsletter e saiba quando temos novos artigos disponíveis!

Referências: Claudia e Minha Vida

Powered by Rock Convert

Comentários no Facebook

topo