Saiba quais são as restrições para a prática de exercícios de alto impacto

exercícios de alto impacto

As academias e centros esportivos sempre oferecem novas maneiras de aliar esporte e diversão. Afinal, praticar exercícios físicos proporciona muitos benefícios para a saúde e o bem-estar. Uma das práticas que se popularizou, foi o CrossFit, conjunto de exercícios de alto impacto, que exige muito da estrutura corporal dos praticantes.

Dessa maneira, como bem diz o nome, os exercícios de alto impacto devem ser praticado por pessoas já estão acostumadas às atividades físicas e não possuem problemas de saúde, como a artrite. Isso porque esse tipo de treino tem maior sobrecarga nos ossos, articulações e músculos. 

Além disso, são considerados exercícios de alto impacto aqueles em que o praticante tira os dois pés do chão, seja de forma alternada, como na corrida, ou simultânea, como nos saltos.

Se você tem interesse nos exercícios de alto impacto e está na dúvida se eles são os mais indicados no seu caso, continue a leitura para entender essa questão!

QUEM DEVE PRATICAR EXERCÍCIOS DE ALTO IMPACTO?

É possível chegar a realizar três vezes mais força com a prática desse nível de atividade física. Sendo assim, quem pratica os exercícios de alto impacto têm experiência e trajetória muscular. Ou seja, já têm um bom tempo praticando exercícios e estão em constante desafio com suas capacidades e limites corporais.

No entanto, até mesmo pessoas sedentárias podem chegar nesse nível de condicionamento físico. É preciso começar com esportes leves e evoluir progressivamente, sempre seguindo as orientações do médico e orientador físico. Aliás, somente profissionais podem avaliar e orientar sobre quais exercícios são os mais adequados para cada indivíduo. Exames e avaliações médicas podem ser feitas, assim como um histórico de saúde pode ser coletado, para detalhar bem as condições físicas.

E quais outros cuidados são fundamentais? Veja abaixo!

RESPEITE SEU LIMITE

O principal obstáculo de quem deseja uma mudança de hábitos, é a ânsia para que os resultados venham logo. Nesse sentido, é preciso tomar cuidado com as dietas da moda, por exemplo. Para isso, muita gente pode colocar o corpo à prova, exigindo dele uma capacidade física além do seu limite. Assim, são maiores as chances de frustração e lesões. Portanto, é importante respeitar o corpo e entender que os ganhos são lentos e progressivos. É preciso ter paciência! 

CONHEÇA O SEU RITMO

É natural em exercícios de alto impacto, como corrida, jogging e squash, que a competitividade com outros ou consigo mesmo seja incentivada. Mas não é todo mundo que precisa adotar a prática, o autoconhecimento sobre o próprio ritmo é mais relevante. Assim, a pessoa sabe mais sobre si e de que maneira os exercícios podem ser um prazer na própria vida.

PREPARE ARTICULAÇÕES E MUSCULATURA

O maior risco dos exercícios de alto impacto são as lesões. Por isso, é necessário supervisão de um educador físico, que pode avaliar a condição física da pessoa e orientá-la quanto aos impactos. Além de instruir como dominar a técnica do exercício, essencial para prevenir lesões. Já um médico, poderá sugerir vitaminas, suplementos e alimentos que podem aumentar a resistência muscular e promover uma recuperação mais rápida.

PROCURE AJUDA PROFISSIONAL

Como você pode ver, profissionais da saúde são essenciais para a prática de exercícios de alto impacto. Além dos cuidados já citados, o acompanhamento profissional também tem como objetivo reforçar os benefícios da prática. Se realizada corretamente, fortalece a massa óssea e pode prevenir a osteoporose e os problemas articulares.

Esperamos que nosso artigo tenha solucionado suas dúvidas! Compartilhe-o nas suas redes sociais e ajude mais pessoas a entender o tema.

Referências: Boa Forma e Rituaali

Powered by Rock Convert

Comentários no Facebook

topo