Veja como a farmácia pode auxiliar os clientes na relação entre estresse e gerenciamento de peso

estresse e gerenciamento de peso

O estresse é um distúrbio bastante comum nos dias atuais. Pertinente à vida moderna, onde a correria do cotidiano e a busca constante por mais agilidade e perfeição são cada vez maiores, o problema tem afetado muitas pessoas, causando diversas desordens prejudiciais à saúde. Neste artigo, você vai saber mais sobre a relação entre estresse e gerenciamento do peso.

Em algum momento da vida, teremos um pico de estresse ou ansiedade, porém, o acometimento por esse distúrbio com maior frequência e agressividade, pode ser um sinal de alerta, tornando-se, de fato, uma patologia. Nesse sentido, é o momento de o profissional da farmácia prescrever soluções, bem como fornecer orientações sobre a saúde e qualidade de vida dos clientes.

As doenças psicossomáticas, como é o caso do estresse, acabam provocando consequências negativas para o organismo, comprometendo a saúde, tornando-se um gatilho para doenças secundárias, como é o caso da obesidade. Combater esses dois sintomas pode ser feito com a ajuda da soluções específicas. Continue a leitura para saber mais!

Qual a relação entre o estresse e a obesidade?

O estresse está intimamente ligado à obesidade, sendo o transtorno alimentar uma de suas consequências, o que impacta no gerenciamento do peso.

Inegavelmente, o estado emocional é capaz de interferir diretamente no funcionamento  do corpo humano. Assim, o organismo acaba por desenvolver outros problemas por conta dos mecanismos naturais de defesa. Por exemplo, em situações de estresse, o organismo libera cortisol, que interfere no metabolismo da insulina e, consequentemente da glicose. Neste caso, os músculos acabam sendo utilizados como fonte de energia, e mais gordura é acumulada.

Gatilho para transtornos alimentares

A obesidade pode ter seu “estopim” pela sensação de bem estar e alívio momentâneo, proporcionados por alimentos muito calóricos e ricos em gorduras e carboidratos, como pizza, chocolate, massas, doces, etc.

Ao ter um pico de estresse, a compulsão por consumir esses alimentos aumenta, mesmo sem a presença de fome. Isso, porque esses alimentos elevam a quantidade de serotonina circulante no sangue, que é uma substância associada à sensação de bem estar.

Com isso, a busca por esses alimentos aumenta em períodos de estresse, provocando a obesidade gradativamente.

Resistência insulínica

Tal situação acontece quando as células do nosso corpo respondem cada vez menos à presença de insulina, precisando ainda mais do hormônio para absorver a glicose do sangue. Alguns hábitos de vida contribuem para que a resistência insulínica se agrave, como é o caso de uma alimentação inadequada.

Aumento dos níveis de colesterol

A saber, o colesterol é utilizado como matéria-prima na produção celular. Sabe-se também que em situações de stress, o corpo entra num estado de luta ou fuga. Portanto, uma reação primitiva e automática que ocorre no ser humano, como comentamos. Uma maior produção de colesterol permite facilitar a reparação dos danos, dos ferimentos, das perdas teciduais e de outros traumas decorrentes dessas reações (luta ou fuga).

Além disso, os transtornos alimentares, também associados ao estresse, além da alimentação inadequada e, consequentemente a obesidade, aumentam os níveis de colesterol.

Diabetes

Os níveis de estresse podem piorar o quadro de diabetes e de outras doenças crônicas. Nesse caso, isso ocorre porque o estresse libera cortisol e adrenalina, que atuam como hormônios de reação, que acabam aumentando a glicose e, consequentemente, elevando os níveis de açúcar no sangue.

Inflamação subclínica

Por conta de diversos desequilíbrios, como má alimentação, sedentarismo e estresse, por exemplo, um número cada vez maior de indivíduos adquire, ao longo do tempo, este estado pró-inflamatório, provocando doenças crônico-degenerativas.

Para ajudar no tratamento do estresse e reduzir suas consequências, uma opção natural é o Zembrin®. O nutracêutico melhora o humor, ansiedade, e age no aumento da função cognitiva em pessoas saudáveis que sofrem de transtorno alimentar, ansiedade, tensão e TPM. O ativo atua no sistema nervoso central de forma natural, sem causar dependência.

Em combinação com Zembrin®, soluções como Slendacor™, reprograma o metabolismo e otimiza as estratégias no gerenciamento do peso, reduz a resistência insulínica e equilibra os níveis de colesterol de forma natural e segura. Ambas, quando associadas a um tratamento específico, são capazes de controlar os sintomas do estresse e reduzir medidas, sem que isso cause efeitos colaterais.

Conheça cada um deles a seguir!

Dose dupla: Zembrin® + Slendacor™ 

Uma das melhores soluções oferecidas no mercado farmacêutico são aquelas com ativos naturais que trazem poucos ou nenhum efeito colateral. Isso permite que o paciente tenha mais adesão ao tratamento.

Zembrin® é um ativo natural, extraído da planta Sceletium tortuosum, originária da África do Sul. Sua matéria-prima foi usada por muito tempo, desde os primórdios, por ser um controlador de mudanças de humor. A partir da planta são extraídos quatro alcaloides, são esses: mesembrenol, mesembrina, mesembrenona, mesembranol.

Além disso, ele possui um mecanismo duplo de ação, ao reduzir os efeitos do estresse e ansiedade, assim como melhorar a função cognitiva. Dessa maneira, tem efeito no transporte de serotonina, inibindo seletivamente a recaptação de serotonina (ISRS), assim, aumenta a disponibilidade de serotonina na fenda sináptica. No segundo caso, inibe a seleção da enzima fosfodiesterase do tipo 4 (PDE4).

E quais são os efeitos? Melhora rápida dos sintomas do estresse, melhora do humor e disposição. Seus efeitos também incluem a diminuição da compulsão alimentar associada à ansiedade e estresse.

Efeitos do Slendacor™ 

Composto pelos princípios ativos de 3 especiarias, Slendacor™ é aprovado pelo FDA e foi eleito em 2017 como o melhor nutracêutico que atua estimulando o corpo naturalmente na redução de medidas, associado às estratégias como atividade física e dieta. Sem oferecer riscos à saúde dos pacientes, estudos clínicos mostram que Slendacor™ pode otimizar até 6X mais as estratégias no processo de redução de medidas. A ação combinada de seus princípios ativos, promove a inibição do acúmulo de gordura nos adipócitos e estimula a quebra de gordura, também conhecida como lipólise.

Além disso, seus ativos naturais também oferecem efeito antioxidante e anti-inflamatório, reduzindo a inflamação subclínica, uma inflamação silenciosa, que leva à diminuição da resistência imunológica e pode ser co-fator de doenças inflamatórias e alguns tipos de câncer. Estudos também comprovaram que contribui para o controle glicêmico e lipídico de forma natural. Seguro e bem tolerado, Slendacor™ é o primeiro ingrediente natural que atua promovendo a resposta natural do corpo ao processo de queima de gordura, juntamente com estratégias clínicas no processo de redução de medidas.

Dessa maneira, a combinação de Slendacor™ e Zembrin® traz vantagens para os pacientes que sofrem com os efeitos do estresse, impactando no gerenciamento de peso. Ao combater em ambas as frentes, esses nutracêuticos se complementam para reprogramar o metabolismo, reduzindo a resistência à insulina, otimizando as estratégias no processo de perda de medidas e reduzindo a compulsão alimentar associada ao estresse.

Clique aqui para entrar em contato com a Ibero Magistral e conhecer mais dos nossos insumos!

Powered by Rock Convert
Powered by Rock Convert
Powered by Rock Convert

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

topo