Pele com acne? Conheça nossas dicas de cuidados indispensáveis

cuidados com a pele com acne

De acordo com a Sociedade Brasileira de Dermatologia, mais de 50% da população têm problemas com acne, fazendo com que este seja o problema dermatológico mais comum entre os brasileiros. Neste artigo, você vai conhecer os principais cuidados com a pele com acne.

A saber, o surgimento da acne pode acontecer por fatores que vão desde a genética até o uso indevido de produtos para o rosto. Além disso, os tipos de pele também influenciam no aparecimento de cravos e espinhas.

Então, quer aprender a lidar com o problema? Continue a leitura!

Como surge a acne?

Acne significa erupção folicular. Isto é, uma inflamação que vem acompanhada do acúmulo de secreções nas glândulas sebáceas. É o nome dado às espinhas e cravos que nascem através dos poros.

Sobretudo, a fase mais frequente do surgimento da acne, é durante adolescência. Neste período, ocorre a puberdade, é o momento em que o corpo está mudando e os hormônios estão em plena ebulição. Dessa forma, acabam estimulando as glândulas sebáceas, causando mais acne.

Alguns fatos importantes sobre a pele também devem ser levados em consideração:

  • A pele pode mudar em decorrência de hormônios e estes podem ser o gatilho para o aumento da acne;
  • Durante o período menstrual, a pele também pode mudar. Geralmente ocorre um aumento em sua oleosidade;
  • Ter espinhas na fase pré-menstrual também é comum;
  • Toda alteração hormonal, inclusive o estresse, pode causar acne.

Qual tipo de pele apresenta mais predisposição à acne?

Primeiramente, é preciso saber que não há um padrão de pele para toda a vida. A nossa pele é o maior e mais importante órgão do corpo. Ela muda conforme a idade, e pode sofrer alterações de acordo com o clima, excesso de luz solar, hábitos nocivos ou uso indiscriminado de produtos.

Contudo, a pele oleosa realmente tem mais propensão a espinhas e cravos, por conta do excesso na produção de sebo.

Sobre espremer espinhas e cravos

Por mais tentador que seja, o conselho é: não mexa na pele com acne. Isso vale tanto para cravos quanto para espinhas. As bactérias contidas nas unhas podem agravar o problema, e mais acne com pontos de pus podem surgir. Além de mais espinhas, sua pele corre o risco de ficar com cicatrizes severas. O mesmo vale para os cravinhos.

Gravidez e acne

Assim como ocorre durante o período menstrual ou puberdade, na gestação, o corpo sofre uma brusca alteração hormonal, e isso pode resultar no surgimento de acne. É o que chamamos de acne gestacional e, nesse período, os cuidados com a pele com acne devem ser redobrados.

Conheça 5 dicas para cuidar da pele com acne :

1 Limpeza e tonificação

Você deve manter sua pele sempre limpa, sem resíduos de maquiagem e poluição. A sujeira e a maquiagem entopem os poros, provocando cravos e espinhas.

2 Esfoliação

Faça esfoliações no rosto, no máximo 2 vezes na semana, para remover células mortas e resíduos que não são removidos com a limpeza comum.

3 Filtro solar

Opte por um filtro solar com cobertura seca, com a fórmula livre de óleo.

4 Hidratação

Não esqueça de tomar no mínimo 2 litros de água por dia, e escolha um hidratante ideal para o seu tipo de pele.

5 Alimentação

Tenha uma alimentação equilibrada. Inegavelmente, uma dieta balanceada ajuda a combater a acne, bem como melhora a qualidade de vida de maneira geral. Açúcares e gorduras devem ser evitados.

Saiba também o que não se deve fazer, a fim de evitar a acne:

1 Lavar o rosto com água quente

A água quente estimula as glândulas sebáceas, deixando a pele mais sensível e oleosa.

2 Usar produtos do corpo no rosto

Não use produtos destinados ao corpo, no rosto. Os produtos para o corpo tendem a ser mais gordurosos, porque a pele do corpo é mais seca. Aliás, essa prática pode causar entupimento dos poros do rosto.

3 Espremer cravos e espinhas

Como já mencionado, inflama ainda mais a pele com acne e aumenta a incidência de cravos e espinhas.

4 Evitar exposição solar em excesso

Os raios UVB e UVA em excesso causam manchas nos locais das lesões, além de estimularem as glândulas sebáceas.

5 Uso de produtos sem orientação médica

Sobretudo, cada tipo de pele deve ser analisada por um dermatologista. Portanto, não use produtos sem a devida orientação. Isso pode piorar ainda mais a situação da pele com acne.

Além disso, as farmácias de manipulação produzem soluções individuais e personalizadas para cada tipo de pele. Converse com o seu dermatologista, que orientará sobre os cuidados com a pele com acne e os melhores produtos para cada caso.

Referências: Dermaclub

Powered by Rock Convert

Comentários no Facebook

topo