Conheça as principais consequências do estresse e saiba como a farmácia pode amenizá-las

estresse

O estresse, considerado como o mal do século, atinge mais pessoas do que se pensa. Segundo uma pesquisa, realizada pelo Instituto de Psicologia e Controle do Estresse (IPCS), mais de 30% dos brasileiros entrevistados apontaram sofrer com níveis de estresse extremo. Para fazer uma comparação, esse número não passou de 20% entre os norte-americanos.

A situação preocupa, já que as consequências do estresse podem provocar danos graves à saúde. Sobretudo, isso acontece porque o psicológico de uma pessoa sob esse estado sofre alterações drásticas. Também, há sintomas e reações fisiológicas, como dor de cabeça ou dor de estômago, por exemplo.

No entanto, os efeitos não param por aí. Por isso, neste artigo trouxemos as principais reações patológicas que altos níveis de estresse provocam no corpo e indicações sobre como tratá-las, para que possam ser feitas prescrições na farmácia. Confira!

Quais são as consequências do estresse?

Muitas pessoas acreditam que o estresse provoca apenas problemas de ordem mental ou emocional. Contudo, na verdade, esse distúrbio tem grandes consequências na saúde geral do indivíduo. Vamos conhecer mais detalhes a seguir.

Queda de cabelo

Os problemas físicos são os mais aparentes efeitos do estresse e, o mais comum deles, é a queda de cabelo. Esse problema acontece tanto em homens como em mulheres. Assim, os hormônios de testosterona gerados por esse mal interrompem o crescimento das células responsáveis pelo desenvolvimento capilar.

Sobrepeso

O organismo utiliza mecanismos inteligentes de proteção e defesa ao passar por uma situação de alto nível de estresse. Portanto, o corpo começa a economizar e proteger toda a energia que tem armazenada quando se sente ameaçado. As formas de ameaça mais comuns são situações de tensão. Elas são provocadas por diversas razões, questões pessoais ou externas, como violência, família, trabalho, trânsito, entre outras.

Além disso, o ganho de peso também pode ser influenciado pelo estresse.Por estar com uma ou mais áreas da vida afetadas, a pessoa estressada desencadeia a compulsão alimentar. Assim, começa a comer desequilibradamente ou a ingerir alimentos com um menor valor nutricional.

Problemas de memória

Inegavelmente, a saúde mental de uma pessoa com essas características também é afetada. Assim, alterações neuroquímicas podem influenciar diretamente nas habilidades de memória e concentração.

Doenças de pele

Quando o corpo está sob muita tensão, a imunidade diminui e as doenças ficam mais propensas a aparecer. A princípio, o organismo consegue se preparar para lidar com o estresse do dia a dia, mas não com grande intensidade ou por longos períodos. Logo, quando esse limite é ultrapassado, surgem efeitos colaterais no metabolismo. Na pele, essas consequências aparecem em forma de acne, ressecamento, rugas e aspecto cansado.

Depressão

Os efeitos prolongados do estresse podem levar uma pessoa a entrar em estágios de depressão, condição que traz muito sofrimento ao ser humano. Contudo, algumas situações de depressão, originadas por estresse, podem ser minimizadas com o auxílio de controladores de estresse: alimentação, exercício físico, relaxamento muscular e reestruturação cognitiva. A saber, em casos mais extremos de transtornos psiquiátricos, o auxílio médico é imprescindível.

Problemas crônicos de saúde

Além dos problemas que comentamos, o estresse pode desencadear citocinas inflamatórias, causando inflamação subclínica, deixando o corpo suscetível a desenvolver doenças crônicas e autoimunes. Veja alguns exemplos:

  • insônia;
  • transtornos alimentares (compulsão, anorexia);
  • problemas cardiovasculares;
  • síndrome do intestino irritável;
  • prisão de ventre;
  • problemas gastrointestinais: azia, má digestão etc.

Como tratar o estresse?

A primeira opção para diminuir e, consequentemente, eliminar o estresse da vida de uma pessoa é trabalhar em atividades que reduzam os efeitos da tensão. Aliás, algumas dessas boas práticas incluem: cuidar da saúde, dormir bem, alimentar-se de forma saudável, permitir-se momentos de relaxamento e prazer, praticar atividades físicas e evitar substâncias tóxicas.

Entretanto, quando os níveis atingidos já não são controláveis ou diminuídos por essas atividades, a ajuda de terapias e/ou tratamentos médicos é a opção mais adequada. De qualquer maneira, uma pessoa sob os efeitos do estresse não deve nunca buscar a automedicação, uma vez que isso pode levar a uma piora do quadro.

Vale reforçar que a consulta com um profissional é indispensável para um diagnóstico correto sobre a condição de saúde. Além dissouma avaliação psicológica pode ser necessária para tratar o problema em sua origem.

Zembrin®: tratamento natural para o estresse

Como vimos, o estresse pode gerar distúrbios químicos no organismo e, em especial, no cérebro. Portanto, quando isso acontece temos o quadro de neuroinflamação. Ademais,isso ocorre, principalmente, quando radicais livres circulam em excesso no cérebro. O resultado disso é maior propensão a desenvolver Alzheimer, falhas na memória, depressão, dentre outros distúrbios.

No entanto, já está disponível no mercado uma solução natural para reduzir o estresse e, consequentemente, evitar a neuroinflamação. Trata-se do Zembrin®. Esse é um potente ativo natural que restaura a qualidade de vida do paciente sem causar dependência ou efeitos colaterais. A seguir, vamos entender um pouco mais sobre esse medicamento.

Os ativos presentes no Zembrin®

O Zembrin® é produzido a partir do extrato de uma planta originária da África do Sul, Sceletium tortuosum. Historicamente, usada para “controlar o humor”. Isso se deve às propriedades contidas nos alcaloides que integram o composto. Essas substâncias atuam no sistema nervoso central de maneira rápida e segura. Essa situação acontece de duas formas. A primeira delas dá-se através do transporte do hormônio serotonina. Essa substância consegue reduzir sintomas de ansiedade e estresse.

O segundo mecanismo de ação é por meio da enzima fosfodiesterase do tipo 4. Ela é responsável pelo bom desempenho das funções cognitivas, de atenção e de raciocínio. Dessa forma, o composto Zembrin® garante uma melhora nos sintomas associados ao estresse, principalmente melhorando o humor. Além disso, ele tem o potencial de eliminar outros problemas.

Veja, abaixo, os principais benefícios:

  • proporciona noites de sono tranquilas e reparadoras;
  • combate os sintomas da depressão;
  • auxilia nos planos de gerenciamento de peso, combatendo a compulsão alimentar associada ao estresse e à ansiedade;
  • ameniza os sintomas iniciais do Alzheimer;
  • melhora a atenção e o raciocínio;
  • alivia os sintomas da TPM;
  • equilibra os níveis de cortisol no organismo, proporcionando mais saúde.

Comprovação científica do Zembrin®

Sobretudo, a eficácia do Zembrin® comprovou-se em estudos desenvolvidos desde a década de 1970. Dentre os estudos mais recentes, podemos destacar uma publicação do Journal Neuropsychopharmacology, do ano de 2013. O estudo verificou que 25 miligramas de Zembrin têm efeitos positivos sobre os circuitos neurais responsáveis pelo processamento de emoções.

Também, segundo um estudo feito pela Neuroscience and Medicine, em 2016, ficou comprovado que o Zembrin® melhora a saúde mental dos pacientes. Para o estudo, utilizou-se de 25 a 50mg diários do composto natural. Verificou-se que houve potencialização da atividade elétrica do cérebro durante o processamento cognitivo das emoções.

Esses e outros estudos mostram que esse medicamento é seguro e pode, tranquilamente, fazer parte do catálogo de produtos das farmácias de manipulação. Veja mais detalhes a seguir.

Quais são as vantagens de vender ativos naturais?

O Zembrin® e outros compostos naturais podem trazer benefícios para os pacientes e também incrementar as vendas da farmácia de manipulação. Separamos, a seguir, alguns dos benefícios que a venda desses compostos podem trazer para o desempenho do seu negócio.

Fortalecer a imagem da farmácia perante o público

O consumidor mudou a mentalidade em relação às farmácias tradicionais com a popularização dos produtos naturais. Afinal, elas geralmente vendem apenas medicamentos fabricados de modo sintético. Assim, as farmácias tradicionais ficam em segundo plano quando comparadas àquelas que vendem medicamentos à base de ativos naturais.

Nesse sentido, quando a farmácia de manipulação se vincula ao nicho de ativos naturais acaba por ter sua imagem positiva fortalecida.Sem dúvidas, os clientes vão entender que naquele local existe a venda de medicamentos que são potencialmente mais benéficos para a saúde delas.

Exclusividade e diferenciais competitivos

O mercado de produtos naturais é um nicho ainda pouco explorado no mercado. Nesse sentido, é possível encontrar alguns produtos em farmácias específicas e outros não. Dessa forma, é importante que a sua farmácia de manipulação pesquise os melhores produtos naturais. Em seguida, tente os obter com exclusividade. Isso garante que o seu negócio se diferencie em relação aos outros.

Como você viu, são muitas as consequências do estresse, afetando de forma negativa a vida de uma pessoa de várias maneiras. Ademais, como é mais comum do que parece, então, é bom estar em estado de alerta para poder auxiliar os clientes que precisam de ajuda.

Gostaria de saber mais sobre o Zembrin® e outros ativos naturais? Então, clique aqui para entrar em contato.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

topo