5 dicas de como lidar com pacientes atrasados

como lidar com pacientes atrasados

Nas clínicas, o gerenciamento dos atrasos é um dos maiores problemas, podendo impactar na operação do negócio.Uma das principais metas de todo consultório e/ou clínica médica, deve ser a busca por excelência em atendimento, reduzindo ao máximo os atrasos dos pacientes. A falta de ações para lidar com esse problema pode fazer a produtividade da clínica cair. Mas como lidar com pacientes atrasados?

Por mais que os atrasos possam gerar situações estressantes, é ideal saber lidar com calma com todos eles. Isso é importante para o bom atendimento e funcionamento da clínica, e em prol dos pacientes pontuais que são prejudicados com os atrasos e faltas.

Como lidar com pacientes atrasados?

Embora pareça um grande desafio, se você colocar em prática essas dicas, será possível reduzir atrasos. Veja aqui como lidar com pacientes atrasados!

1. Identifique os pacientes que costumam atrasar e entenda seus motivos

Verificar quais pacientes se atrasam ocasionalmente e quais se atrasam frequentemente pode ajudar muito a lidar com a situação. Tente entender o motivo do atraso para que não volte a acontecer nas próximas consultas. Tenha sutileza ao abordar esse assunto com o paciente, para que ele não se sinta repreendido ou cobrado pelo atraso.

2. Confirme a consulta do paciente

O hábito de ligar ou enviar mensagens para confirmar a consulta costuma ser bem recebido pelos pacientes. Geralmente funciona como um lembrete do compromisso que o paciente assumiu, agendando aquela consulta.

O envio de mensagens automáticas e personalizadas também pode atingir o mesmo objetivo e não toma tanto o tempo da secretária para fazer a confirmação das consultas. Softwares de gerenciamento de agenda geralmente têm esse tipo de recurso automático. Esse tipo de estratégia pode evitar também os atrasos causados por confusão de horário.

3. Atenda sempre no horário agendado

Da mesma forma que é importante para o profissional que não haja atrasos, para o paciente também. Tente sempre os atender no horário agendado ou pelo menos com pouco tempo de espera. Isso vai fazer com que a relação de confiança entre médico e paciente seja construída desde o momento da espera.

Conhecendo seu paciente, você consegue individualizar o tempo que gasta em cada consulta e prever a duração de cada uma delas, ajudando no gerenciamento dos horários e minimizando os atrasos.

4. Defina uma política para atrasos e faltas

Definir o tempo de atraso tolerado para todas as consultas evita com que um paciente atrasado cause atrasos na agenda diária inteira. Dessa forma, todos os atendimentos ocorrerão na hora correta e o serviço não fica acumulado. Para casos de falta, pode ser definida a cobrança de uma porcentagem do valor da consulta.

Essas políticas não são de desagrado dos pacientes, pois regras bem estabelecidas passam credibilidade e confiança ao paciente.

5. Mantenha o cadastro de clientes atualizado

Manter sempre o cadastro atualizado ajuda na hora de confirmar as consultas, evitando atrasos pela falta de contato. Você pode inclusive incentivar os pacientes a atualizarem eles mesmos o cadastro. Para isso, deixe um formulário online disponível, ou confirme os dados sempre que o paciente chegar para a consulta.

O ideal também é marcar o horário em que o paciente chega a clínica e monitorar o tempo de consulta. Assim, você terá uma agenda mais automatizada e eficiente, evitando ter que lidar com pacientes atrasados.

Gostou das dicas sobre como lidar com pacientes atrasados? Coloque-as em prática e otimize seu tempo de consultas!

Aproveite para saber como reduzir faltas de pacientes!

*Estas informações são direcionadas exclusivamente a profissionais prescritores

Referências: Meu Consultório, HiDoctor, Shosp, Optivision, Gongo e Anaminese.

Comentários no Facebook

topo