Conheça indicações naturais para combater o colesterol alto

baixar o colesterol

Controlar o colesterol é um dos principais conselhos que ouvimos nas consultas médicas. Portanto, é o check-up acompanhado de exames que diz ao paciente quais são os seus níveis de colesterol. Dessa forma, quando o resultado é colesterol alto, logo considera-se medicamentos tradicionais como solução. Porém, também é possível contar com opções naturais para baixar o colesterol, tema que vamos falar hoje!

A saber, a literatura médica explica que existem dois tipos de colesterol: HDL, que é o colesterol bom e o  LDL, considerado colesterol ruim. Uma pessoa saudável deve fazer um bom equilíbrio entre ambos. Entretanto, vale lembrar que o colesterol faz parte do nosso organismo, sendo que 70% dele é produzido por nosso corpo.

No entanto, a alimentação tem papel preponderante sobre os níveis de colesterol no organismo. Isto é, o consumo em excesso de alimentos com gorduras saturadas pode aumentar as chances de um infarto ou derrame. Por outro lado, adotar práticas como exercícios físicos, pode reduzir o colesterol. Continue a leitura para conhecer as opções naturais que ajudam no tratamento do problema.

ALIMENTOS NATURAIS

Uma dieta balanceada significa LDL menor que 100 miligramas por decilitro de sangue e HDL com valor mínimo de 60 miligramas por decilitro de sangue. Assim, um perfeito equilíbrio entre ambos trará ao indivíduo maior qualidade de vida.

Nesse caso, optar por alimentos naturais para diminuir o colesterol alto, reduz as chances de complicações e reações adversas. Além de trazer diversos outros benefícios para a saúde. Veja quais são essas opções naturais:

CONSUMO DE ÔMEGA-3

Encontrado principalmente no peixe, esse ácido graxo diminui o risco de formação de placas de gordura no sangue. E de bônus, também aumenta o colesterol bom. O ideal é consumir peixe duas vezes por semana, com destaque para o atum, salmão, truta e sardinha.

FIBRAS

As fibras são uma opção saudável disponível em diversos alimentos. Elas auxiliam a diminuir a absorção intestinal de gorduras e controlam os níveis de colesterol ruim. Entre as fontes de fibras estão as leguminosas, como feijão, grão de bico e lentilha, as frutas, legumes, cereais, entre outras.

CHÁS NATURAIS

O chá de alcachofra possui propriedades depurativas do sangue que ajudam a baixar o colesterol alto. Também tem o chá mate a mesma ação, e pode ser uma opção mais comum para quem gosta.

TEMPEROS

Na cultura brasileira, os temperos fazem parte da culinária e podem ser ótimos aliados no combate ao colesterol. Vamos citar três comuns: o azeite, o limão e o alho. 

Sobre o primeiro, não vale aquele feito para cozinhar, pois quente ele perde suas propriedades. O azeite deve ser usado para temperar uma salada, por exemplo. Já o limão possui antioxidantes que preservam o colesterol bom. Além de servir para temperos, mas também pode ser consumido como bebida. Por último, o alho possui a alicina, substância que combate níveis altos do mau colesterol, diminui o risco de infarto e controla a pressão.

OLEAGINOSAS

Nutricionistas e demais profissionais da saúde são unânimes em chamar a atenção para este grupo alimentar. As oleaginosas funcionam como remédio natural para baixar o colesterol e ainda possuem mais nutrientes que protegem o coração. Entre elas, temos: amêndoas, amendoim, nozes e castanhas. Além disso, a variedade é tanta que podem ser usadas de diferentes formas nas receitas culinárias.

SOJA

No Brasil o aumento de consumo de soja é progressivo. Em culturas como a asiática, o alimento é muito consumido. Gerações de famílias conhecem os benefícios saudáveis proporcionadas pelo seu consumo. O leite de soja e o tofu, por exemplo, são alimentos produzidos a partir dela e com potentes resultados. Estudos comprovaram que basta consumir 25g/dias para baixar entre 5% e 6% o colesterol ruim. 

GRÃOS INTEGRAIS

A aveia, cevada, centeio, milho, arroz integral, entre outros grãos, devem ser adicionados ao cardápio semanal. Os grãos agem como um remédio natural para baixar o colesterol, diminuindo o risco de doenças cardíacas. Aliás, isso acontece principalmente devido à fibra solúvel que contém.  

VINHO TINTO

Também entra para a nossa lista uma bebida que é amplamente conhecida pelos seus benefícios. Pesquisas demonstraram que o vinho tinto possui propriedades capazes de impedir que as placas de gordura se fixem nas paredes das artérias. Sendo assim, é menor o risco de sofrer um problema cardíaco por causa do entupimento delas. Mas lembre-se, o ideal é consumir 1 taça no almoço ou no jantar, o suficiente para proporcionar mais saúde ao corpo.

VazGuard™

O VazGuard™ é um nutracêutico natural que realiza a manutenção dos níveis saudáveis de colesterol e está entre as indicações naturais para colesterol alto. Se mostrou também ser eficaz no tratamento da síndrome metabólica, que consiste na conexão de várias anormalidades no metabolismo, que juntas podem aumentar o risco de doenças cardiovasculares, colesterol elevado, diabetes, hipertensão arterial, glicemia elevada e obesidade.

Os níveis elevados do colesterol LDL e triglicerídeos, além das condições de resistência à insulina, formam o principal perfil de risco para o aparecimento de doenças cardiovasculares, além de um quadro de pré-diabetes.

É um composto rico em flavonoides da bergamota, que mostraram um grau antioxidante significativo, além de desempenharem um papel importante na melhora dos níveis de colesterol. A bergamota chama atenção por ser uma fruta que contém um alto teor de flavonoides importantes, alguns podendo agir como estatinas naturais. Além disso, possui estudos associado a Rosuvastatina.

Tem como benefícios a redução dos parâmetros lipídicos, aumento do colesterol HDL (considerado colesterol “bom) e redução do LDL (considerado colesterol “ruim”), controle da glicemia e redução dos triglicerídeos, além de atividades anti-inflamatória e antioxidante, contribuindo para a redução do risco de doenças cardiovasculares.

VazGuard™ possui tecnologia exclusiva que apresenta uma biodisponibilidade 7 vezes maior que os ingredientes com extratos simples, otimizando a absorção quando administrado via oral, promovendo o efeito em menor tempo de uso.

Seus resultados começam a aparecer a partir de 30 dias de uso, podendo ser manipulado em forma de cápsulas, pós, iogurtes naturais, chocolates nutricionais, sendo indicado duas doses de 500 mg ao dia.

VazGuard™ não contém componentes alergênicos, como glúten ou lactose

Além disso, não possui os efeitos colaterais típicos de tratamentos com estatinas. Pois contém os flavonoides fazendo essa função naturalmente, possibilitando que o componente seja administrado continuamente. Não apresenta reações adversas com nenhum tipo de nutriente presente nos medicamentos, mesmo que fitoterápicos.

Além disso, VazGuard™ é compatível com qualquer excipiente utilizado na farmacologia, tanto para comprimidos como para cápsulas. Por não ser solúvel, não é indicada a manipulação em forma líquida.

Devemos alertar que, sobre estes últimos dois exemplos, é imprescindível visitar seu médico para saber que você pode fazer uso do ativo. Apesar de agiram como remédio natural para baixar o colesterol, cabe avaliação profissional.

OUTROS HÁBITOS QUE DIMINUEM O COLESTEROL ALTO

Além de ter um alimentação equilibrada, outras práticas devem se somar para melhorar os níveis de colesterol. A inclusão de atividades físicas na rotina também tem papel fundamental. Ao manter o metabolismo acelerado, os exercícios elevam as enzimas que aumentam a concentração de colesterol bom no sangue.  

Outra dica é para os fumantes: pare de fumar agora!. A nicotina em si não influencia o colesterol, mas torna o fumante mais suscetível à condição. Porque os componentes do cigarro deterioram as paredes das artérias, acelerando o processo de formação de placas de gordura.

Sobre a alimentação, também é importante diminuir o consumo de gorduras saturadas e gorduras trans. No primeiro caso, elas estão presentes na carne vermelha, ovos, produtos lácteos e alguns óleos vegetais, como o de coco, palma e manteiga de cacau. No entanto, seu consumo não deve ser eliminado, mas moderado. Afinal, estudos também apontam que ajudam a reduzir triglicerídeos e estimulam bons níveis de HDL.

Já sobre a gordura trans, o caso é outro. Seu consumo deve ser nulo, pois são alimentos sem valor nutritivo para o organismo. Além de aumentarem os níveis de LDL, triglicérides e diminuem de colesterol bom. Em resumo, fique longe desse tipo de alimentos. Por isso, também é importante ler os rótulos do que consumimos.

Em conclusão, unir todas essas práticas diminuem as chances de sofrer com as complicações do colesterol alto. Cuidar da saúde com avaliações periódicas, torna a vida mais longa e feliz!

Referências: Jornal do EmpreendedorSegredos do Mundo

Comentários no Facebook

topo