Ativos veganos: por que sua farmácia deve investir neles?

ativos veganos

Se ainda tem dúvidas, não hesite: o veganismo veio para ficar. Quando se fala sobre o tema, muita gente se lembra apenas da alimentação. Mas esse estilo de vida se expande para o consumo de produtos para saúde, beleza e vestimenta. Nas farmácias de manipulação, o cenário se repete em busca de ativos veganos. Afinal, mais pessoas têm interesse em adquirir produtos sem origem animal, feito por empresas que não realizam testes em animais (cruelty free) e possuem posicionamento ético.

Dessa maneira, é relevante compreender o que torna alguém vegano. Além de não consumir alimentos de origem animal, incluídos mel, ovos e leite, o vegano também usa produtos livres de exploração animal. Por isso, esses consumidores buscam conhecer como são feitos os produtos de determinada empresa. Já os vegetarianos cortam de sua dieta o consumo de carne, mas ainda consomem laticínios, ovos e mel.

Essa revolução já vêm ganhando espaço. Nos últimos seis anos, houve crescimento de 75% do mercado vegano devido ao maior número de adeptos. Apesar de não haver dados específicos sobre o veganismo, 14% da população brasileira, ou seja, 29 milhões de pessoas são vegetarianas segundo o Instituto Brasileiro de Opinião e Estatística (Ibope). E estima-se que dessa parcela, 5 milhões se considerem veganas.

ATIVOS VEGANOS NA FARMÁCIA

Diante dos números, o mercado vêm se adaptando para atender o público vegano. Para as farmácias de manipulação, essa é uma grande oportunidade para incluir em seu catálogo produtos naturais e diversificar o mix de soluções farmacêuticas. Até quem não é vegano, pode ter preferência em usar essa linha de produtos.

É o que apontou uma pesquisa do portal “Use Orgânico”: 48% dos entrevistados se sentem mais atraídos por produtos que tenham em sua fórmula ingredientes naturais. Dessa forma, as farmácias têm um amplo leque para explorar: suplementos alimentares, cosméticos, manipulados com ingredientes 100% naturais e até produtos para animais.

VARIEDADE

Uma das maiores exigências de quem busca produtos veganos é a maior variedade.  Portanto, é importante a farmácia fazer uma seleção de produtos que atenda diferentes necessidades do seu público. Isso pode inclusive atrair atenção para os demais produtos na farmácia. 

SE TORNE REFERÊNCIA

Quanto mais cedo a farmácia se adapta a essa realidade, mais chances ela tem de reunir dados sobre o perfil de consumo dos veganos. Assim, saberá quais ativos veganos são mais populares e assim, realizar um planejamento estratégico de venda específico para esses produtos. E até adicionar datas como 1º de novembro, Dia Mundial Vegano, em seu calendário sazonal.

Além disso, incluir os ativos veganos abre a possibilidade para se tornar referência entre o público vegano. Como já dissemos, existe procura, mas ainda é baixa a popularidade desses produtos nas farmácias magistrais. O que torna esse nicho de mercado para farmácias atrativo. Com isso, o estabelecimento investe em um novo público e pode aumentar sua renda.

Atenta às tendências de mercado e mudanças de consumo do público, a Iberoquímica já possui manipulados de origem 100% natural. Entre eles, o Slendacor™, para gerenciamento de medidas, Zembrin®, nutracêutico para ansiedade e compulsão alimentar e Keranat™, produto que evita a queda e cabelo e fortalece os fios. Esses e outros ativos veganos exclusivos, você pode oferecer para seus clientes na farmácia!

Entre em contato e conheça mais sobre essas soluções. Clique aqui!

Observação: Estas informações são direcionadas exclusivamente para farmácias de manipulação. Consumidores finais não devem se guiar por elas

 

Referências: A Crítica, ND+, Gazeta de Alagoas e El País Brasil

Powered by Rock Convert

Comentários no Facebook

topo